sexta-feira, março 27, 2015

eu hoje de manhã comendo pitaia pensei no sopro que é a vida,
Na frase bíblica amai-vos uns aos outros,
Nos rios de agua doce que percorrem o norte do país,
E nas cachoeiras de Minas.
hoje de manhã pensei nas minhas raízes,
Nos laços que tecemos e desatamos todos os dias
Nas atitudes mínimas que nos levam a consequências máximas
Hoje de manha pedi clareza
Serenidade, caminho, leveza
Pensei nas pautas políticas que rolo diariamente no mural coletivo
Pensei em silêncio que já passou esse segundo esse milésimo esse sopro
Pensei presença. 
Axé pra nova estrela que brilha no céu, porque não aguentou o fardo do cotidiano.
Axé pra gente que fica. Respiremos.

segunda-feira, março 23, 2015

É quase um ensaio
Acho que tem haver com o outono
A vizinha mais próxima da janela do quarto é uma árvore
Às vezes eu coloco a cabeça pra fora e faço perguntas
O vento ajuda a responder algumas,
Outras acho que espalham
Rolei o muro de faces
Chocada com as dançarinas da ucrania
Mais chocada com as notícias da vida dos outros
Mais um espirro
A gripe chegando me mandando ficar queta
Lembrei da abóbora na cozinha
Escrevi pra minha bruxa preferida
Play no racional do tim

domingo, março 15, 2015

quinze de março de dois mil e quinze
acordei na cama de outrem
gosto do cheiro dos outros em mim
tive um domingo pacato silencioso
pôr do sol me faz lembrar que respirar é.
e eu sigo sendo. 
o vizinho escuta um samba baixinho
parece clara nunes
eu observo junto às plantas o pôr do sol
corpo leve de domingo
roupas leves de dormir
dormingo

domingo, março 01, 2015

pensei minhas tripas
pensei suas tripas
pensei misturadas

manhã de domingo e os meus cabelos estão limpos
escuto a conversa dos pássaros, estive ontem com uma feiticeira pássaro
deixo uma fresta aberta e o sol penetra devagar
ainda tenho na boca o cheiro de um certo homem 
isso dos encontros não é coisa simples.
é domingo cedo e o meu sistema digestivo funciona bem
o corpo ainda rígido dos giros e conquistas musculares
observo o todo e todo o jeito que o mundo se comunica
entramos em março e eu sigo sendo marinheira desse oceano de nada com positividade